jusbrasil.com.br
21 de Janeiro de 2019
    Adicione tópicos

    Tribunal de Justiça da Bahia mantém absolvição do ex-jogador Bobô no caso da tragédia da Fonte Nova

    Publicado por Enviadas Por Leitores
    há 9 anos
    Por votação unânime dos Desembargadores da 2ª Câmara Criminal, o Tribunal de Justiça da Bahia negou provimento à apelação interposta pelo Ministério Público Estadual contra a sentença que absolveu Raimundo Nonato Tavares da Silva (Bobô) da acusação de homicídio culposo e lesões corporais culposas das vítimas da tragédia da Fonte Nova, ocorrida em 25 de novembro de 2007, quando parte da arquibancada localizada no anel superior do estádio sofreu ruptura, ocasionando a morte de sete torcedores e as lesões de outros cinco.

    Segundo os advogados criminalistas Fernando Santana e Rafael Santana, responsáveis pela defesa do ex-jogador do Esporte Clube Bahia e atual Diretor Geral da Superintendência de Desportos do Estado, “a decisão não surpreendeu a expectativa da defesa de Bobô, pela convicção que todos sempre tiveram sobre sua inocência e a lisura do seu comportamento administrativo na gestão dos interesses da Sudesb. Aliás, este aspecto foi muito bem destacado no voto da Relatora, Desembargadora Aidil Conceição, a partir de uma análise completa de todas as provas do processo, de natureza documental, testemunhal e pericial”. Acrescentou mais o advogado Rafael Santana que o resultado do julgamento “foi tão mais confortador quanto sempre admitiu a procedência das alegações de Raimundo Nonato, fruto de uma inabalável convicção dele sobre a exação com que se conduziu desde sua posse e até hoje no comando dos destinos da Sudesb”.



    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)